Visite Bruxelas celebra os 60º aniversários de três ícones de Bruxelas

Por Noticia de Viagem

Como escritório de turismo e escritório do congresso em Bruxelas, o Visite Bruxelas celebra – na feira IMEX, em Frankfurt – o aniversário de 60 anos de três símbolos icônicos, criados na Expo 58, a Feira Mundial de Bruxelas.

Visite Bruxelas celebra 60 anos de 3 ícones de Bruxelas

Em abril de 1958, a Expo 58 (Feira Mundial de Bruxelas) abriu suas portas com uma filosofia de manter a paz entre todas as nações, baseada no respeito mútuo e na aproximação das pessoas. O Atomium foi inaugurado para este evento em especial. No mesmo ano, o Centro de Congressos de Bruxelas (Square) abriu no centro da capital e Pierre Culliford, mais conhecido como Peyo, criou os Smurfs.

Estes eventos sinalizaram o início do turismo em Bruxelas. O Centro de Informações da região, um precursor do Escritório de Turismo, foi criado para fornecer informações aos turistas sobre a cidade – que sedia a OTAN e já foi sede do Mercado Comum Europeu. Os congressos que foram organizados em Bruxelas ajudaram no crescimento da cultura.

Visite Bruxelas: Centro de Congressos de Bruxelas

Centro de Congressos de Bruxelas

Os smurfs

Os Smurfs estão chegando aos 60 anos. Tudo começou em 1958, quando esses pequenos personagens azuis, imaginados por Peyo, apareceram pela primeira vez na série Johan and Peewit, do mesmo autor, e roubaram os corações dos leitores, que clamavam por mais aventuras Smurf.

Vários eventos estão planejados para este ano de comemorações dos Smurfs: o novo avião com tema dos pequenos na série da Brussels Airlines, que celebra os ícones belgas, decolou em sua viagem inaugural; um novo mural de histórias em quadrinhos foi revelado em 19 de junho; e haverá também uma presença Smurfy nas festividades do Dia Nacional da Bélgica, em 21 de julho, nos 20 km de Bruxelas e no Memorial Van Damme Diamond League, eventode atletismo. O destaque deste ano é a excepcional: Smurf Experience.

Ícone de Bruxelas: os Smurfs

Ícone de Bruxelas: os Smurfs

ATOMIUM

O Atomium foi criado para ser o edifício principal e emblema da Expo 58 e é bastante admirado pelos belgas, por simbolizar um estado de espírito que mescla audácia estética e know-how técnico. A construção recebe por volta de 600 mil visitantes todos os anos e é considerada incomparável e inesquecível por muitos.

Para celebrar o seu 60º aniversário, o Atomium oferece várias atividades, exposições, eventos e produtos para se manter como símbolo de Bruxelas e da Bélgica. Ao longo deste ano de comemorações, os ingressos para o Atomium incluirão acesso ao ADAM – Museu de Design de Bruxelas, o que permite aos visitantes explorarem as exposições e reviverem parte da história da Bélgica.

Square Bruxelas

Square Bruxelas

SQUARE

O Centro de Congressos de Bruxelas também foi construído para a Expo 58, que revelou a necessidade de locais capazes de sediar conferências internacionais na capital da Europa.

A existência do Centro de Congressos de Bruxelas foi considerada como outra razão para manter Bruxelas como sede das instituições europeias. Naquela época, havia apenas dois desses centros, incluindo o próprio, que era um pioneiro desse tipo na Europa.

Em 2009, após grandes obras de renovação, o Centro de Congressos reabriu como Square. É uma peça genuína de arte contemporânea, com espaços claros e abertos. Um inovador cubo de vidro de 13 metros, uma maravilha arquitetônica, permite que a luz natural entre diretamente nos níveis mais baixos do edifício e cria um ambiente inspirador que incentiva reuniões e trocas. Desde sua abertura, recebeu mais de 17 mil eventos e mais de 10 milhões de visitantes.

Visual incrível no Centro de Congressos de Bruxelas

Visual incrível no Centro de Congressos de Bruxelas

A ambição da Square é continuar a mostrar Bruxelas como destino atrativo e contribuir para o desenvolvimento econômico. Também pretende integrar uma gestão dinâmica para expandir a imagem internacional da capital da Europa.

Atomium em Bruxelas na Bélgica

Atomium em Bruxelas na Bélgica

Com a aproximação do Dia dos Namorados, o clima de romance está no ar. Para aproveitar tudo que a data inspira, nada melhor que dicas de Passeios pelo Centro de Portugal. Há muitos lugares românticos espalhados por suas vilas e cidades, com paisagens lindíssimas, excelentes restaurantes e hotéis com charme e conforto singular.

Passeios pelo Centro de Portugal

Para ajudar a montar o seu roteiro para lua de mel, bodas ou mesmo uma escapadinha a dois para celebrar um momento especial, indicamos aqui alguns destinos que vão surpreender, já que lugares românticos no Centro de Portugal realmente não faltam.

Vinhas do Dão - Créditos: Centro de Portugal

Vinhas do Dão – Créditos: Centro de Portugal

Passeio de Moliceiro em Aveiro

Aveiro é conhecida como a “Veneza Portuguesa” por ser cortada por canais, as chamadas rias. Mas não são as gôndolas que circulam pela cidade, e sim barcos conhecidos como moliceiros.

Percorrer os canais urbanos a bordo de um moliceiro, em especial no final da tarde, quando o sol se põe, promete ser uma lembrança incrível da viagem, além de garantir fotos lindíssimas. É um passeio tomado pelo clima romântico.

Ria de Aveiro com seus charmosos barcos - Moliceiros - Créditos: Centro de Portugal

Ria de Aveiro com seus charmosos barcos – Moliceiros – Créditos: Centro de Portugal

Hotel Luz Houses em Fátima

O Luz Houses já se destaca na entrada: um portão que forma um coração escrito ‘luz’ dá as boas-vindas aos visitantes. Abrindo o portão, a mágica acontece. Lá dentro, um hotel boutique super aconchegante é o refúgio ideal para quem busca sossego na sua hospedagem em Fátima, na região do Centro de Portugal.

Inspirado na arquitetura das aldeias tradicionais do século 19 e início do século 20, o hotel é fruto da paixão de seus proprietários pelo design. O resultado é uma atmosfera em que tudo é pensado com extremo cuidado e os hóspedes tratados com muito carinho.

Roteiro de Pedro e Inês em Coimbra

O romance mais marcante da história de Portugal aconteceu no século 14. A lenda de Pedro e Inês é conhecida até hoje como o conto de “Romeu e Julieta” lusitano – com a diferença que os protagonistas desse trágico relato realmente existiram. Atualmente, os lugares onde aconteceram os principais fatos da história tornaram-se pontos turísticos muito procurados.

A Fonte das Lágrimas, a Fonte dos Amores e o Mosteiro de Alcobaça são paradas obrigatórias para aqueles casais que querem conhecer um pouco da história de amor que ecoa até os dias de hoje em Portugal.

Mosteiro de Alcobaça, créditos: Visit Centro de Portugal

Mosteiro de Alcobaça, créditos: Visit Centro de Portugal

Rotas do Vinho

Quem não gosta de degustar um bom vinho com a sua alma gêmea? Com cenários inesquecíveis e patrimônio histórico sem igual, o Centro de Portugal oferece experiências exclusivas para os amantes dos vinhos. Aventure-se pelos roteiros vinícolas na Rota da Vinha e do Vinho do Oeste, a Bairrada ou a famosa região do Dão, onde se produzem vinhos desde o século 12, realizando uma genuína experiência portuguesa.

Águas da Fonte das Lágrimas - Créditos: Visit Centro de Portugal

Águas da Fonte das Lágrimas – Créditos: Visit Centro de Portugal

Sobre o Centro de Portugal

A mais charmosa região portuguesa é cheia de destinos populares: Aveiro, Coimbra, Viseu, Nazaré, Óbidos, Tomar, Fátima e tantos outros. Suas belezas se estendem por todo o território – ocupado por 2,3 milhões de habitantes que têm o dom de bem receber. O Centro de Portugal possui inúmeros patrimônios da UNESCO, um litoral que é um paraíso do surfe, aldeias históricas, gastronomia riquíssima, vinhos inesquecíveis, natureza exuberante e muita cultura, que se somam a incontáveis motivos para uma visita. A principal cidade, Coimbra, está a apenas 200 quilômetros de Lisboa e a 135 quilômetros do Porto.
Para mais informações, visite www.centerofportugal.com.

Leia também

Deixe um Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar utilizando o site, suponho que está tudo bem para você, AceitarLeia Mais

Politica de Privacidade e Cookies